Unidades: Octogonal (61) 3213-3737 - Cruzeiro: (61) 3213-3838

Os amores de Capitu inspiram primeira Chama Filosófica CIMAN de 2019

Na noite de 9 de maio, no anfiteatro do Colégio CIMAN Octogonal, estudantes do 9º ano, famílias e convidados se encontram para a primeira Chama Filosófica CIMAN 2019. Tendo como tema “Os amores na obra de Machado de Assis”, sobre o triângulo retratado em “Dom Casmurro”, a atividade debateu o amor a partir das concepções de Platão (eros), Aristóteles (philia) e Cristo (ágape), conforme estudos realizados em sala de aula no 1º bimestre, transportando os conceitos dos pensadores para as relações estabelecidas nas sociedades atuais.

Por meio da dinâmica desenvolvida, um grupo de “provocadores” – composto por um pai de aluno, dois professores e um ex-aluno – lançou perguntas para a interação, de livre iniciativa, dos participantes, que se manifestaram a partir das ideias surgidas no decorrer do debate. Tudo gira em torno da luz da pira que sustenta a chama, marcando o tempo para o evento, encerrado ao apagar do fogo. Nesta edição, houve um momento cultural em que os estudantes, com canto e instrumentos, interprertaram canções relacionadas ao tema. A Chama Filosófica CIMAN é preparada pelo professor de filosofia Euzébio Ribeiro e contou com a parceria da professora de português das turmas, Milena Fernandes.

“O objetivo foi plenamente atingido, especialmente pela participação intensa dos alunos e pela presença em massa das famílias. A empolgação dos estudantes na construção das perguntas, na caracterização dos personagens, na montagem do cenário e na discussão são a grande luz desse evento”, explica o professor Euzébio Ribeiro. “Pela riqueza do debate, nossos estudantes constroem um olhar cada vez mais crítico, interligando diversas realidades, especialmente pela presença de pessoas com idades e estilos de vida tão diferentes das deles refletindo sobre um mesmo tema”, acrescenta o professor.

Veja as fotos do evento.